segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Diocese de Juazeiro, promove maior regularização fundiária da Bahia.


Atendendo a uma antiga demanda da região, a Diocese de Juazeiro/BA está levando a cabo a regularização fundiária de seu patrimônio. O projeto, considerado o maior da Bahia, lista 60 mil lotes que devem ser regulamentados. Os terrenos, situados principalmente na zona urbana de Juazeiro, atualmente em grande parte estão ocupados ilegalmente. Fato que se transformou em desafio para o município e muitos moradores que residem nessas áreas.
O bispo da Diocese, Dom José Geraldo Cruz, em documento, apontou que a regularização fundiária “é um projeto social, jurídico e urbano bastante ambicioso, que vai de encontro à necessidade de titulação das terras ocupadas da Diocese aos verdadeiramente necessitados, em detrimento aos interesses escusos daqueles que sempre se beneficiaram desta situação de irregularidade”. Segundo o bispo, desde 2005 a Diocese trabalha nesse projeto.

Para o advogado Carlos Liso, que trabalha no caso, esse é um processo que vai resolver um gargalo do município e de muitas pessoas que não possuíam a escritura de seus imóveis. “Queremos trazer aqui a regularização fundiária plena, onde cada morador possa efetivamente ter seu título e escritura, e isso contribuir com o desenvolvimento da cidade”, destacou.

Atualmente equipes de topógrafos estão fazendo um levantamento para identificar os loteamentos irregulares da área, conhecida como patrimônio Nossa Senhora das Grotas. A partir desse trabalho, a Diocese irá apresentar uma planta na prefeitura solicitando que os terrenos sejam finalmente regulamentados.

O projeto foi apresentado para a imprensa e autoridades locais na semana passada em um Workshop promovido pela Diocese. Participaram do encontro vereadores, representantes da prefeitura, juízes, promotores, responsáveis por cartórios, advogados, CREA e cúria diocesana.



PASCOM
Diocese de Juazeiro Bahia

 

Assine a nosso Email

Contate o nosso Email:

pascom.diocesejuazeiroba@gmail.com

Tema Campanha da Fraternidade 2017

"Biomas brasileiros e defesa da vida."