segunda-feira, 23 de junho de 2014

Catedral de Juazeiro é elevada a Santuário.



No dia 21 de junho de 2014 a Catedral da Diocese de Juazeiro – dedicada a Nossa Senhora das Grotas, foi elevada à Santuário. A data faz memória aos 60 anos de dedicação da igreja a catedral da Virgem Senhora das Grotas. No entanto, vale enfatizar que a devoção à referida santa deu-se por volta de 1706, quando o índio encontrou a imagem de Nossa Senhora nas grotas do Rio São Francisco.

A solenidade iniciou com a procissão de entrada, vindo do espaço do Brasinha na rua lateral à catedral em direção à entrada principal onde a placa foi descerrada pelo bispo da Diocese – Dom José Geraldo da Cruz. Logo após o chanceler do Episcopado – Padre Íbis Cassius leu o decreto solene, enfatizando que “o santuário atende ao pedido de inúmeros fiéis devotos e em conformidade com os Cânones 1230 a 1234 do Código de Direito Canônico pelo presente decreto a Igreja Catedral dedicada a Nossa Senhora das Grotas há mais de 300 anos na cidade de Juazeiro – Ba fica elevada canonicamente eregida como Santuário Diocesano de Nossa Senhora das Grotas”. O mesmo decreto também nomeou o primeiro Reitor do Santuário – Monsenhor Josemar Mota da Silva.

A partir da data de elevação, o santuário passa a ser um lugar ainda mais voltado à piedade e devoção, que contará com a celebração diária da santa missa, bem como a constante presença de sacerdotes para ministrar o sacramento da confissão aos fiéis penitentes que ocorrerem ao santuário. Vale ressaltar, que foi concedido ao referido santuário a faculdade de ser o dispensador das indulgências parciais e plenárias aos fiéis que cumprirem todas as condições estabelecidas pelos cânones 992 a 997 do Código de Direito Canônico, bem como das demais orientações emanadas do Magistério Oficial da Igreja, do Santuário Nossa Senhora das Grotas e das demais paróquias da Diocese, conforme informou o Chanceler do Episcopado Padre Íbis Cassius Demetrius de Sales Pereiral, ao ler o decreto de elevação do santuário.

Logo após a leitura do decreto, o bispo da Diocese de Juazeiro abriu solenemente a porta de entrada da Catedral – Santuário e deu-se início a celebração solene. Estavam presentes os arcebispos de Feira de Santana e Vitória da Conquista – Dom Itamar Viana e Dom Frei Luís Gonzaga Silva Pepeu, respectivamente. Além dos seguintes bispos: Dom Manoel dos Reis Farias (Diocese de Petrolina – PE), Dom Guido Zendron (Diocese de Paulo Afonso - BA), Dom André De Witte (Diocese de Rui Barbosa - BA), Dom Francisco Canindé Palhano (Diocese de Senhor do Bonfim - BA), Dom João Santos Cardoso (Diocese de São Raimundo Nonato – PI). Ainda estavam presentes padres, seminaristas e religiosas da Diocese de Juazeiro, religiosas da Arquidiocese de Vitória da Conquista, Monsenhor Milton Porfírio dos Santos (Vigário Geral da Diocese de Petrolina) e familiares do bispo da Diocese de Juazeiro (delegação de 17 pessoas). Além disso, estiveram presentes devotos das mais diversas comunidades e paróquias da Diocese de Juazeiro e dioceses circunvizinhas.

Durante a homília, Dom José Geraldo lembrou o trabalho de reforma da Catedral, enfatizando a importância do Santuário Nossa Senhora das Grotas para a Diocese, afirmando que o Santuário é a Casa de Deus. Ao fim da Solene Missa, Dom José Geraldo abençoou om quadro-mosaico colocado na área externa do Santuário.


 

Assine a nosso Email

Contate o nosso Email:

pascom.diocesejuazeiroba@gmail.com

Tema Campanha da Fraternidade 2017

"Biomas brasileiros e defesa da vida."