sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

MORRE MONSENHOR BERNARDINO PADILHA DA LUZ…A ESCURIDÃO TOMA CONTA DO POVO CATÓLICO DE PETROLINA.



Perto das 19:30 a noticia que o mundo católico de Petrolina receberia com dor e tristeza. Acabou de falecer o Monsenhor Bernardino  Padilha da Luz. Retratamos aqui um texto do ex-aluno Jose Teixeira Coelho, que iluminado descreveu com fidelidade uma das belas historias de dedicação e abnegação desta criatura incrível, Monsenhor Bernardino Padilha da Luz…




Petrolina sob as bênçãos de Nossa Senhora Rainha dos Anjos, sempre foi dotada de zelosos bispos e padres, que seu entusiasmo diante da vida, buscaram semear o dom da fé cristã, no coração do nosso povo sertanejo. No tempo em  que a nossa diocese não dispunha de tantos recursos materiais e humanos, eis que florescia uma vocação marcada pelo amor pelo amor à causa  no reino  pela busca da santidade. Surgia a figura emblemática do Monsenhor Bernardino Padilha da Luz.

Filho de Doutor Pacífico da Luz, cidadão de bem, ex-prefeito de Petrolina, foi professor de língua portuguesa do então Ginásio Dom Bosco. Em sua família foram despertadas muitas vocações. Além dele, mais um irmão foi ordenado sacerdote e duas irmãs se consagraram à vocação religiosa. Fez sua primeira eucaristia na Catedral em missa celebrada por Dom Malan, e foi ordenado sacerdote pela oração consacratória de Dom Avelar Brandão Vilela, segundo bispo de Petrolina.

Foi secretário do bispado, e reitor da Catedral, coordenando as mudanças propostas pelo Concílio Vaticano 2. Tornou-se Monsenhor e Vigário Geral no governo pastoral de Dom Frei Paulo Cardoso. Com sua forte voz, era sempre reconhecido pelo povo na transmissão de seu programa de rádio nas primeiras horas da manhã, e nas celebrações da santa missa, transmitidas pela Emissora Rural. Defensor da palavra de Deus, da palavra vivida, foi um amante da Eucaristia,motivando os fiéis a terem um sentimento firme de adoração pelo corpo de Deus.

Na sua simplicidade humana, acolhia a todos de forma indistinta como quem acolhia um irmão, assumindo esse grande valor que Jesus cultivou em sua missão nesta terra. Por um longo período, Monsenhor Bernardino carrega sobre si a cruz da enfermidade, que o limitou no exercício da sua função sacerdotal. Passa a evangelizar não mais pela palavra proclamada, mas  por meio da sua própria pessoa, exemplo de conformação pelo seu testemunho numa vida doada no seus 64 anos de sacerdócio ministerial a serviço da defesa da fé,  da esperança, contribuindo com a missão da diocese nestes seus 89 anos de história.

O pequeno e frágil homem, tornou-se um gigante da fé, no amor à igreja  e no testemunho concreto de que fez de Cristo a sua escolha. O Colégio Dom Bosco sempre esteve presente  em momentos significativos da vida de Monsenhor Bernardino. No período da Páscoa, na data do seu aniversário natalício ,na passagem do Natal, nas celebrações  de Jubileus de sua vida sacerdotal, neste período de sua enfermidade, levando a expressão de amor e gratidão ao ex-professor, ao sacerdote, ao digno servo de Deus que abraçou a sua vocação com a sua humildade, amor, simplicidade e bondade. No coração um sofrimento, Monsenhor Bernardino revela-se o filho querido de Deus na entrega de sua vida à vontade do Pai!

HOMENAGEM  DO  EX-ALUNO JOSE TEIXEIRA COELHO.

Mais detalhes em nossa programação deste sábado.

Por Franklin Delano,
A Voz do São Francisco - Emissora Rural

 

Assine a nosso Email

Contate o nosso Email:

pascom.diocesejuazeiroba@gmail.com

Tema Campanha da Fraternidade 2017

"Biomas brasileiros e defesa da vida."