terça-feira, 3 de março de 2015

Papa Francisco: façamos o bem e "não a santidade aparente"


Terça-feira , 3 de março – façamos o bem e não a santidade fingida. Deus "perdoa generosamente" todo o pecado. O que não perdoa é a hipocrisia, “a santidade fingida” – esta a principal mensagem do Papa Francisco na homilia da Missa na Capela da Casa Santa Marta.

Os santos fingidos, que, mesmo diante do céu se preocupam em parecer mais do que ser, e os pecadores santificados, que para além do mal feito aprenderam a "fazer" um bem maior – sobre estas duas categorias nunca houve dúvidas sobre quem Deus prefere –  afirmou o Papa Francisco.

As palavras da leitura de Isaías, são um imperativo e paralelamente um "convite" que vem diretamente de Deus: “Parem de fazer o mal, aprendam a fazer o bem” defendendo órfãos e viúvas – sublinhou o Santo Padre que considerou ainda que para além deste imperativo existe sempre um convite à conversão:

"Aprendam a fazer o bem (…) É simples! Busquem a justiça, socorram o oprimido, façam justiça ao órfão, defendam a causa da viúva. (...) E assim, fazendo o bem, tu irás lavar o teu coração”.

O Evangelho do dia, apresenta o grupo dos astutos, aqueles “que dizem as coisas certas, mas fazem o contrário” – disse o Santo Padre. “Todos somos astutos e sempre encontramos um caminho que não é o certo, para parecer mais justo do que somos: esse é o caminho da hipocrisia – afirmou o Papa Francisco:

"… são mentirosos! É uma mentira ... O seu coração não pertence ao Senhor; pertence ao pai de todas as mentiras, Satanás. E esta é a santidade fingida. Mil vezes Jesus preferiu pecadores a eles. Porquê? Porque os pecadores diziam a verdade sobre si mesmos.”

 

Assine a nosso Email

Contate o nosso Email:

pascom.diocesejuazeiroba@gmail.com

Tema Campanha da Fraternidade 2017

"Biomas brasileiros e defesa da vida."