sábado, 25 de abril de 2015

53ª Assembleia Geral da CNBB






Dom Sérgio da Rocha é eleito novo presidente da CNBB

O arcebispo de Brasília (DF), dom Sérgio da Rocha, foi eleito na manhã desta segunda-feira, 20, como presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O novo presidente foi escolhido ainda no primeiro escrutínio, após receber 215 votos, superando assim os 196 que corresponderam aos dois terços necessários para a eleição.





O arcebispo de Salvador (BA) e primaz do Brasil, dom arcebispo Murilo Sebastião Krieger, foi eleito vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), na tarde desta segunda-feira, 20 de abril, durante a 53ª Assembleia Geral da CNBB, em Aparecida (SP). O novo vice-presidente foi escolhido por maioria absoluta, no terceiro escrutínio, após receber 199 do total de 286 votos válidos.





O episcopado brasileiro, reunido em Aparecida (SP), de 15 a 24 de abril, por ocasião da 53ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), reelegeu nesta segunda-feira, 20, o bispo auxiliar de Brasília (DF), dom Leonardo Steiner, como secretário geral da entidade. O bispo foi reeleito no segundo escrutínio, após receber 228 votos, ultrapassando assim, os 194 que corresponderam aos dois terços necessários para a eleição.





O presidente da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da Conferência Nacional dos Bispo do Brasil (CNBB) foi eleito na manhã desta terça-feira, 21, no segundo escrutínio. O escolhido é dom Jaime Spengler, arcebispo metropolitano de Porto Alegre (RS). Dom Jaime recebeu 205 votos de um total de 283 votantes, superando a maioria absoluta requerida no segundo escrutínio, que era de 143 votos. A comissão foi presidida pelo arcebispo de Palmas (TO), dom Pedro Brito Guimarães, no quadriênio 2011-2015.





O episcopado do Brasil, reunidos na 53ª Assembleia Geral da CNBB, reelegeu o bispo de Caçador (SC), dom Severino Clasen, nesta terça-feira, 21, como presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato. Dom Severino recebeu 159 dos 285 votos válidos.








O bispo auxiliar de São Luís (MA), dom Esmeraldo Barreto de Farias, foi eleito no segundo escrutínio para presidir a Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Dom Esmeraldo recebeu 219 votos do total de 277 votantes, alcançando assim a maioria absoluta necessária de 140 votos para o cargo.







Foi eleito em primeiro escrutínio para presidir a Comissão Episcopal Pastoral para Animação Bíblico-catequética o arcebispo de Curitiba (PR), dom José Antônio Peruzzo. Ele recebeu 221 votos, ultrapassando a maioria absoluta requerida de 142.








O presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé da Conferência Nacional dos Bispo do Brasil (CNBB) foi eleito na tarde desta terça-feira, 21, no segundo escrutínio para o cargo. A comissão terá o bispo de Amparo (SP), dom Pedro Carlos Cipollini, à frente dos trabalhos. Dom Pedro Cipollini recebeu 188 votos de um total de 285 votantes, superando a maioria absoluta requerida no segundo escrutínio, que era de 144 votos.





Os bispos presentes na 53ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), reelegeu o bispo da diocese de Livramento de Nossa Senhora (BA), dom Armando Bucciol, como presidente na Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia. Dom Armando recebeu 223 dos 281 votos válidos, ultrapassando a maioria absoluta de 142, exigida no primeiro escrutínio.





O primeiro escrutínio para a Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo IInter-Religioso da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), realizado ainda na noite de ontem, 21, reelegeu o bispo de Barra do Piraí – Volta Redonda (RJ), dom Francisco Biasin, para presidente da comissão. O resultado foi divulgado na manhã desta quarta-feira, 22. O presidente reeleito recebeu 197 votos do total de 276, superando a maioria absoluta exigida no escrutínio, que era de 139 votos. O bispo já está à frente da Comissão desde 2011.





O bispo de Ipameri (GO), dom Guilherme Werlang, foi reeleito no segundo escrutínio para presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o serviço da Caridade, Justiça e Paz da CNBB. Ao receber 184 votos dos 283 válidos, dom Guilherme ultrapassou a maioridade absoluta necessária de 143 votos para ser eleito. O bispo já é presidente da comissão que trabalha junto às Pastorais Sociais desde 2011.





O bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG), dom João Justino de Medeiros Silva, foi eleito no segundo escrutínio para presidir a Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e Educação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Dom João Justino recebeu 227 votos do total de 280 votantes, alcançando assim a maioria absoluta requerida de 141 votos para o cargo. A comissão foi presidida no quadriênio de 2011-2015 por dom Joaquim Giovanni Mol Guimarães.





O presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispo do Brasil (CNBB) foi eleito na tarde desta quarta-feira, 22, ainda no primeiro escrutínio para o cargo. A comissão terá o bispo de Osasco (SP), dom João Bosco Barbosa de Sousa, à frente dos trabalhos. Dom João Bosco recebeu 150 votos de um total de 267 votantes, superando a maioria absoluta requerida de 135 votos. A comissão foi presidida pelo bispo de Camaçari (BA), dom João Carlos Petrini, no período entre 2011-2015.





O bispo de Caxias do Maranhão (MA), dom Vilsom Basso, SCJ, foi eleito no primeiro escrutínio para presidir a Comissão Episcopal para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Dom Vilson Basso recebeu 171 dos votos do total de 273 votantes, alcançando assim a maioria absoluta requerida de 138 votos para o cargo. A comissão foi presidida, no quadriênio de 2011-2015, pelo recém nomeado bispo de Jaboticabal (SP), dom Eduardo Pinheiro da Silva.






Foi eleito no segundo escrutínio para presidir a Comissão Episcopal Pastoral para Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) o bispo titular de Tito e auxiliar de Aparecida (SP), dom Darci José Nicioli. Ele recebeu 207 votos, ultrapassando a maioria absoluta requerida de 138. No último quadriênio 2011-2015 a comissão foi presidida por dom Dimas Lara Barbosa.





O arcebispo de São Luís (MA), dom José Belisário, foi eleito delegado da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) junto ao Conselho Episcopal Latino-americano (Celam) em segundo escrutínio realizado ainda na noite de quarta-feira, 22. Ele recebeu 189 votos do total de 268, superando os 135 votos requeridos para a maioria absoluta.






O arcebispo de Maringá (PR), dom Anuar Battisti, foi eleito para suplente de delegado da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) junto ao Conselho Episcopal Latino-americano (Celam) em segundo escrutínio realizado nesta quinta-feira, 23. Ele recebeu 150 votos do total de 258, e assim superou os 130 votos requeridos para a maioria absoluta. Dom Anuar substituirá dom Luiz Demétrio Valentini no cargo de suplente do delegado junto ao Celam.





O arcebispo de Brasília (DF), dom Sérgio da Rocha, foi eleito 1º membro da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para a 14ª Assembleia do Sínodo dos Bispos sobre a Família, em segundo escrutínio realizado na manhã de hoje, 23, durante a 53ª Assembleia Geral, em Aparecida (SP). Ele recebeu 184 votos do total de 265, superando os 133 votos requeridos para a maioria absoluta.






O bispo de Camaçari (BA), dom João Carlos Petrini, foi eleito 2º membro da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para a 14ª Assembleia do Sínododos Bispos sobre a Família, em primeiro escrutínio realizado na manhã de hoje, 23, durante a 53ª Assembleia Geral, em Aparecida (SP). Ele recebeu 170 votos do total de 252, superando os 133 votos requeridos para a maioria absoluta.





Com 134 de 238 votos válidos, o  arcebispo de Mariana (MG), dom Geraldo Lyrio Rocha, foi eleito terceiro membro para a 14ª Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, que ocorrerá em outubro, no Vaticano. 






O arcebispo de São Paulo (SP), cardeal Odilo Pedro Scherer, foi eleito em primeiro escrutínio para quarto membro da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para a 14ª Assembleia do Sínodo dos Bispos sobre a Família. Ele recebeu 166 votos do total de 244, superando os 123 votos requeridos para a maioria absoluta.








O bispo de Osasco (SP), dom João Bosco Barbosa de Sousa, recém eleito presidente da Comissão para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), foi escolhido como 1º suplente para a 14ª Assembleia do Sínodo dos Bispos sobre a Família. Ele foi eleito em primeiro escrutínio realizado na tarde de hoje, 23, durante a 53ª Assembleia Geral, em Aparecida (SP), recebendo 174 votos do total de 241, superando os 122 votos requeridos para a maioria absoluta.






O bispo auxiliar de Brasília (DF), dom Leonardo Steiner, reeleito secretário geral da CNBB, foi escolhido como 2º suplente para a 14ª Assembleia do Sínododos Bispos sobre a Família. Ele foi eleito em primeiro escrutínio realizado na tarde de hoje, 23, durante a 53ª Assembleia Geral, em Aparecida (SP), recebendo 132 votos do total de 243, superando os 123 votos requeridos para a maioria absoluta.

 

Assine a nosso Email

Contate o nosso Email:

pascom.diocesejuazeiroba@gmail.com

Tema Campanha da Fraternidade 2017

"Biomas brasileiros e defesa da vida."