quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

CRESCE SUCESSO DO TERÇO DOS HOMENS NO BRASIL


A Romaria Nacional do Terço dos Homens é fenômeno e trouxe em 2017, 70 mil homens ao Santuário Nacional. O grande número reflete o quanto o movimento é crescente no país inteiro. O arcebispo de juiz de Fora (MG) e bispo referencial para o Terço dos Homens no Brasil, Dom Gil Antônio Moreira relata que o número de homens em atividade pode chegar a 1 milhão e meio em todo o Brasil. Ele conversa com o Portal A12, detalha alguns aspectos sobre o movimento e comenta todo o sucesso.Portal A12 - A Romaria do Terço dos Homens começou em 2009 com apenas 600 homens. Hoje recebemos 70 mil. Como explicar isso?

Dom Gil Antônio Moreira - Em primeiro lugar eu acho que isso é um milagre. Se me dissessem há alguns anos atrás que isso iria acontecer eu não iria acreditar. O Terço dos homens cresce no Brasil de maneira esplendorosa, quase sem ninguém por a mão. Um grupo vai fundando outros grupos, um homem vai chamando o outro e vai se alastrando no Brasil inteiro. Eu acompanho o movimento do Terço dos Homens já há oito anos. Eu acho que de fato isso é uma grande benção de Deus. É uma graça divina para o Brasil e para as famílias. Depois a gente vê que algumas forças ajudaram muito, como por exemplo, a Rádio, a televisão, a divulgação, principalmente pelos meios de comunicação de Aparecida. Ajuda a dispertar no coração dos homens o entusiasmo pelo terço. Também o movimento Schoenstatt contribuiu muito, porque tem o Terço dos Homens como um dos seus objetivos missionários.

Acredito que a missionariedade do próprio homem que reza o terço, que vai convidando outros, isso é a chave. Os últimos Papas tem incentivado muito o terço, então eu sugeri ao Santuário que fizéssemos a Romaria nas proximidades da Festa da Cátedra de São Pedro. O Esforço do Santuário e dos Missionários Redentoristas é indispensável e um grande elemento que colabora com o crescimento.

A12 - O que um bispo referencial poderia dizer ao homem que reza o terço?
Dom Gil - Que a Igreja tem sido cada vez mais em saída e cada pessoa da Igreja é um missionário. Os homens do Terço são verdadeiros missionários. É uma ação que a CNBB tem de agradecer, que é feita na simplicidade, na dedicação, mas com uma profunda fé. Eu peço que eles perseverem e nunca cansem e nunca desanimem, pois Jesus lhes deu uma missão de levar a palavra dele através do amor de Maria, de levar a palavra orante ou reflexiva, o amor de Maria, para onde eles vivem.

A12 - A gente percebe que em vários grupos pelo Brasil, a missão vai além do terço na vida de muitos homens que participam, levando até mesmo ao ato de ajudar os mais pobres que vivem nas ruas, ou auxiliarem também em outras frentes de trabalho da Igreja. O que o senhor pode comentar sobre este aspecto?

Dom Gil - Que é uma benção de Maria. Nossa Senhora quando ficou sabendo que ia ser Mãe do Salvador, ela não ficou parada, foi logo ajudar a sua prima Isabel. O homem do Terço eles descobrem novas atividades e não ficam parados só na oração. Eles fazem serviços sociais muito bonitos. Então eles descobrem que a oração os leva à ação. Ninguém fica parado apenas desfiando as contas do terço, eles se preocupam com o outro e enxergam no outro a pessoa de Cristo, isto naturalmente vai sendo revelado. Tenho visto pelo Brasil que de fato existem verdadeiras conversões. Em muitos casos o terço salva a família.

A12 - Qual mensagem o senhor deixaria para os homens que ainda não participam do terço dos homens?

Dom Gil - Aos homens que rezam o Terço, que passem para frente a alegria que eles descobriram. Eu aconselho que todo homem deve rezar o terço, porque é um instrumento de evangelização. Deus nos Evangeliza, porque é uma contemplação da vida de Cristo. Tem lugar que o terço leva muitas crianças. Acho lindo quando os país levam os filhos . Que Deus fortifique todos os homens e as famílias. Tenho observado, inclusive a volta de pessoas que haviam passado para outros segmentos religiosos e voltaram para a Igreja Católica.
Fonte: A12
 

 

Assine a nosso Email

Contate o nosso Email:

pascom.diocesejuazeiroba@gmail.com

Tema Campanha da Fraternidade 2017

"Biomas brasileiros e defesa da vida."