quarta-feira, 1 de março de 2017

DOM BETO BREIS: QUARESMA, TEMPO DE CONSTRUIR NOVAS RELAÇÕES COM DEUS, OS IRMÃOS E A CRIAÇÃO



Com o início de mais uma Quaresma, nesta quarta-feira de cinzas, 01 de março, os católicos são convocados a retomar uma maior busca por conversão e mudança de vida. Serão 40 dias aprofundamento na oração, penitência e caridade. Segundo Dom Beto Breis, bispo da Diocese de Juazeiro/BA, entrevistado hoje, neste tempo somos chamados a construir novas relações com Deus, com os outros e com a criação.

“O tempo da quaresma é um tempo privilegiado de conversão, mudança de vida em preparação à festa maior dos cristãos que é a Páscoa. Na Páscoa todos nós batizados somos convidados a renovar esse nosso mergulho em Cristo Jesus – morrer com ele para o pecado e nascer de novo. Desde o início da Igreja a Quaresma é um tempo de preparação mais intensiva para a Páscoa, e ao mesmo tempo para renovar o Batismo”, explicou Dom Beto.

Um aspecto particular da Quaresma no Brasil é a Campanha da Fraternidade (CF), onde a Igreja convida os fiéis a refletir sobre um problema social ou ambiental. “A conversão não é só algo entre eu e Deus, mas deve se traduzir na relação com os outros e com a criação. Um apelo concreto para essa mudança de vida é justamente a Campanha da Fraternidade, que no Brasil já tem mais de 50 anos de caminhada”, disse.

Comentando o tema da CF 2017, “Biomas brasileiros e defesa da vida”, Dom Beto ressaltou a necessidade de combater a mentalidade que tem gerado os desastres ambientais – entre eles a degradação do Rio São Francisco. “Precisamos de uma conversão da nossa relação com as criaturas, que deve ser não uma relação de posse, de submissão, mas uma relação fraterna de cuidado, de reverência, de guardar as criaturas. O que nós vemos hoje é uma crise ecológica que é fruto justamente de uma relação doentia, uma relação não fraterna com a criação”.



“Por isso neste tempo forte de conversão, de voltar-se ao Senhor e aos irmãos, a Igreja chama os cristãos a construírem novas relações – relações fraternas. O tema desse ano nos convida a não só criarmos relações mais fraternas entre nós, seres humanos, mas também com a criação, com os biomas, as formas de vida presentes em uma determinada realidade geográfica”, explanou Dom Beto.

Caatinga: vencer os preconceitos e conviver com o semiárido


Na Caatinga – bioma próprio do norte baiano e de todo o semiárido nordestino – o grande desafio não é tanto a seca. Segundo Dom Beto a prioridade é vencer os preconceitos e aprender a conviver com o semiárido. “Duas expressões em nossa Diocese onde isso se vive e é estimulado são as cisternas para contenção da água da chuva e as comunidades de fundo de pasto”, onde as populações tradicionais de agricultores e criadores se caracterizam pela posse e uso comunitário da terra e dos seus recursos.

Missa da Quarta-feira de cinzas


Em todas as paróquias da Diocese haverá Missas e Celebrações da Palavra para abrir a Quaresma nesta quarta-feira de cinzas. Na Catedral-Santuário N. Sra. das Grotas, em Juazeiro, a Missa será às 19h30, presidida por Dom Beto Breis.


Texto e fotos: Mirrail Menezes


*********

Veja a entrevista em vídeo feita pelo Portal Preto no Branco:



 

Assine a nosso Email

Contate o nosso Email:

pascom.diocesejuazeiroba@gmail.com

Tema Campanha da Fraternidade 2017

"Biomas brasileiros e defesa da vida."