quinta-feira, 13 de abril de 2017

MISSA DO LAVA-PÉS NO PRESÍDIO DE JUAZEIRO: A PÁSCOA É PARA TODOS

A Pastoral Carcerária de Juazeiro realizou nesta quarta-feira (12) a missa do Lava-pés no Conjunto Penal da cidade. Ao todo foram três celebrações, nas alas masculinas e feminina, realizadas pelo Bispo Dom Beto Breis, acompanhado pelos Padres José Severino e Cleiton, Capelão do 72º BIMtz (Batalhão de Infantaria Motorizado) de Petrolina.



“O Conjunto Penal de Juazeiro aprisiona mais de 800 homens. Celebramos a Eucaristia nos pavilhões A e B com significativa participação de detentos. Louvamos ao Senhor pela perseverante dedicação a esses nossos irmãos por parte da Pastoral Carcerária de nossa Diocese”, comentou Dom Beto.

Durante as celebrações, o Bispo repetiu o gesto realizado por Jesus na última ceia com seus apóstolos, lavando o pé direito de 12 encarcerados. A atitude destaca um dos pontos mais importantes do cristianismo: o serviço e a humildade.

Segundo Dom Beto, Jesus antecipou com esse gesto sua capacidade de ir até o extremo do serviço, que é a doação de sua vida. As celebrações contaram com a presença e o apoio dos agentes da pastoral Carcerária, funcionários do Conjunto Penal, e os encarcerados.



O Papa Francisco nesta quinta-feira santa (13) também celebrou o Lava-pés em um presídio da cidade de Roma, sua Diocese. “Às vezes, uma certa hipocrisia leva as pessoas a considerar os presos apenas como malfeitores, para quem a prisão é a única resposta. Não pensam na possibilidade de que as pessoas podem mudar suas vidas. Mas, desta maneira, esquecemos que somos todos pecadores e muitas vezes, sem estar conscientes disso, nós também somos prisioneiros”, disse o papa.

Enfim, como diria Jesus, a páscoa não é para os sãos, mas para quem precisa de médico (cf. Mt 9,12). Em bom português: é para todos!




Texto: Bruna Rafaela (Pastoral Carcerária) e Mirrail Menezes (Pascom diocesana)
Fotos: Pastoral Carcerária

 

Assine a nosso Email

Contate o nosso Email:

pascom.diocesejuazeiroba@gmail.com

Tema Campanha da Fraternidade 2017

"Biomas brasileiros e defesa da vida."