quarta-feira, 8 de novembro de 2017

DIOCESE PROMOVE ASSEMBLÉIA DIOCESANA NESTE FINAL DE SEMANA

Começa nessa sexta-feira (10) e vai até domingo (12) a Assembleia diocesana de pastoral da Diocese de Juazeiro. O encontro – que será realizado no CTL de Carnaíba – acontece anualmente reunindo padres, religiosos e religiosas e lideranças leigas da Igreja local para avaliar a caminhada missionária e definir novos projetos pastorais. Neste ano a Assembleia irá refletir sobre o tema da Iniciação cristã, tratado no documento 107 da CNBB, lançado neste ano. O assessor será o Pe. Antônio Francisco Lelo, especialista e escritor de livros sobre o tema.
Segundo Dom Beto Breis, bispo da Diocese de Juazeiro, a Assembleia será um tempo privilegiado de reflexão e discernimento acerca de nossa vida e Missão como Igreja. “À luz da Palavra de Deus e dos apelos da nossa realidade e em sinodalidade (caminhando juntos) queremos de modo especial naqueles dias refletir sobre a IGREJA COMO CASA DE INICIAÇÃO CRISTÃ, uma urgência na ação evangelizadora”, ressaltou Dom Beto em sua carta convocatória para a Assembleia.
Os participantes da Assembleia deverão ter em mãos o documento 107 da CNBB, Iniciação à Vida Cristã – Itinerário para Formar Discípulos Missionários, fruto da ultima Assembleia Geral do Episcopado Brasileiro (abril/maio 2017).
O Padre Antonio Francisco Lelo, assessor da assembleia, é licenciado em Filosofia e Pedagogia, e doutor pelo Instituto Superior de Liturgia na Faculdade de Teologia da Catalunha (Espanha). Padre Lelo sempre atuou na periferia de São Paulo e de Campinas (SP), na educação da fé e planejamento de programas sociais. Dedica-se à pesquisa e implantação da catequese com estilo catecumenal e é editor-assistente na área de liturgia e catequese em Paulinas Editora
São convidadas para essa Assembleia de Pastoral Diocesana as pessoas que exercem funções pastorais ou administrativas, conforme o Regimento das Assembleias Diocesanas, que prevê como membros natos e eleitos:

Membros Natos
- O Bispo Diocesano;
  - O Vigário Geral;
   - Os membros do Conselho Diocesano de Pastoral (CDP);
   - O Responsável pela formação dos seminaristas;
  - Os párocos e vigários paroquiais;
  - Todos os ministros ordenados, religiosos/as que tenham função pastoral provisionada na Diocese.
Membros Eleitos:                                                
1- Um Agente leigo (a) de Pastoral de cada Paróquia;
2- Um representante do Conselho de Assuntos Econômicos da Diocese;
3 - Representantes dos Seminaristas (da Filosofia e da Teologia);
4 - Um representante leigo da Cúria Diocesana;
5 - A Coordenação do Núcleo Diocesano da CRB;
6 - A Coordenação Diocesana do Conselho de Leigos;
7 – Um representante das CEBs por Município;
8 - Um representante da cada uma das Pastorais Existentes;
9 - Pastoral da Criança;
10 - Setor da Juventude;
11- Pastoral da Pessoa Idosa;
12- Pastoral Familiar;
13- Pastoral Vocacional;
14- Pastoral Catequética, sendo 1 (um) por região;
15- COMIDI;
16- Pastoral da Terra;
17- Pastoral Carcerária;
18- Pastoral da Mulher Marginalizada;
19- Pastoral Universitária;
20- Pastoral da Saúde;
21- Pastoral dos Pescadores;
22- Pastoral litúrgica
23- Movimentos devidamente organizados em nível Diocesano.

“Sabemos que o PROCESSO DE INICIAÇÃO CRISTÃ requer novas disposições pastorais. São necessárias perseverança, docilidade ao Espírito, sensibilidade aos sinais dos tempos, escolhas corajosas e paciência, pois se trata de um novo paradigma. Foi este o caminho percorrido por evangelizadores como Paulo, os primeiros cristãos e muitos missionários. Foi este o modo pelo qual lançaram os fundamentos de uma fé que atravessou séculos” (Documento 107 da CNBB, n. 09).

Pascom diocesana

 

Assine a nosso Email

Contate o nosso Email:

pascom.diocesejuazeiroba@gmail.com

Tema Campanha da Fraternidade 2017

"Biomas brasileiros e defesa da vida."